Blog do Calheira

Este espaço é aonde posso colocar algumas coisas que penso, gosto, vejo e acredito. Espero que gostem.

Não Falta mais NADA !

Quando eu tinha 4 anos, gostava de brincar de queimada, esconde-esconde, video-game, futebol (apesar de ser o maior perna-de-pau). Na escolinha, na hora do recreio, eu gostava de comer meu lanchinho, correr no pátio feito louco com meus coleguinhas, colar pepéis nas costas dos desavizados com recados singelos como “me chute” ou “sou burro”.

Em resumo, eu me divertia muito ! Tive uma infância sadia e alegre. Imagino que a maioria de vocês também tiveram experiências parecidas, que povoam suas memórias e, às vezes nos levam a bons momentos de doces lembranças.

É, mas isso é coisa do passado !

Crianças da quarta série de uma escola pública de Sapucaia do Sul (região metropolitana de Porto Alegre) usaram pó de giz para fingir serem traficantes e consumidores de cocaína durante brincadeira no recreio. No lugar da droga, saquinhos plásticos eram enchidos com pó de giz. As crianças tinham entre 9 e 10 anos.

Durante a “brincadeira”, eles fingiam que vendiam e consumiam a “droga”. Se é essa a brincadeira do recreio, o que será que eles fazem como “dever de casa” ?

Se vocês achavam que já tinham visto de tudo… podemos ver que ainda podemos nos surpreender. Infelizmente, vivemos numa sociedade em que se ensina as crianças a ser adultos muito cedo. Erotizam as crianças através de músicas, roupas e comportamento promíscuo. E o resultado é este ! Antes os garotos queriam ser o “Batman” ou o “Homem-Aranha” nas brincadeiras. Agora, querem ser o “Gerente da Boca”.

Aonde vamos parar ?

Clique AQUI e veja a matéria na íntegra.

Anúncios
4 comentários »