Blog do Calheira

Este espaço é aonde posso colocar algumas coisas que penso, gosto, vejo e acredito. Espero que gostem.

PREGUIÇA

em 07/11/2008

O bicho-preguiça vive a maior parte de sua vida pendurado nas árvores. Ele só desce para fazer as suas necessidades fisiológicas. Uma vez por semana ele se desloca lentamente para o solo para defecar (é isso mesmo… uma vez por semana. O bicho-preguiça deve sofrer de intestino preguiçoso). É nesse momento que uma peguena espécie de mariposa (que vive escondida no pêlo da preguiça) se aproveita para depositar seus ovos nas fezes do animal. É, para ela, o local perfeito (quente, úmido e protegido) para que seus filhos possam nascer em segurança.

Pois é… na nossa vida também existem pessoas como essas mariposas: NASCEM NA MERDA E VIVEM NA PREGUIÇA ! E, se não fizerem alguma coisa para sair desse ciclo de miséria e marasmo, morrerão assim e seus filhos crescerão assim. A condição social, credo, sexo ou cor não são determinantes para dizer como deve ser nossa vida. Podemos (e devemos) sair do marasmo e da acomodação e buscarmos alcançar novos patamares. Nesta semana tivemos um bom exemplo: Os Estados Unidos da América elegeram o 1º Presidente negro de sua história. Mas… se o Obama se conformasse com o estereótipo do negro americano e não buscasse sair do confortavel e seguro “pêlo da preguiça”, esta grande mudança JAMAIS teria acontecido.

Lembre-se: Se você nasceu na merda, não se acomode na preguiça. Busque algo mais. Estude, trabalhe, arrisque-se. Você pode ! Você consgue ! YES, WE CAN !

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: